fbpx

Principais métricas do Google Analytics que devemos monitorar

principais-metricas-do-google-analytics-que-devemos-monitorar

Quando precisamos entender o comportamento do usuário em nosso site para propor melhorias e estratégias de marketing digital, as métricas do Google Analytics é a nossa maior aliada. 

No entanto, a quantidade de informações que o Google Analytics nos fornece, ao mesmo tempo que te mostra tudo o que a pessoa faz enquanto está navegando, também nos deixa um pouco perdidos em relação a como usar cada informação. O que é, pra que serve, como sei se está bom ou ruim, como usar a meu favor?

Vamos discutir as principais métricas que você deve ficar atento no Google Analytics do seu site o de seus clientes:

Taxa de Rejeição (Bounce Rate) e Duração da Sessão

Taxa de rejeição indica o percentual de pessoas que visitaram o site mas acabaram saindo logo em seguida, sem visitar nenhuma outra página em sequência. Duração da sessão indica quanto tempo a pessoa ficou navegando no site.

Para landing pages, onde a proposta de valor é transmitida em uma única página, a taxa de rejeição costuma ser bastante elevada. Não necessariamente isso significa um indicador ruim, desde que o tempo de visita na página seja o suficiente para a pessoa consumir o conteúdo apresentado. 

Se o tempo de visita for baixo, significa que quem está chegando aquela página não está encontrando a informação desejada. Nesse caso, é necessário avaliar de onde estão vindo essas pessoas (iremos falar sobre na próxima seção) ou reavaliar o conteúdo, se está realmente condizente com sua proposta.

Já para e-commerces ou blogs, é uma métrica do Google Analytics muito importante. Se a taxa de rejeição for alta, significa que os produtos/conteúdos não estão despertando interesse o suficiente no usuário para que ele navegue por outras páginas e veja outras possibilidades. Por isso essa é uma métrica do Google Analytics para você ficar de olho.

O relatório pode ser encontrado em Público-alvo > Visão Geral.

Origens de Tráfego

Outra métrica do Google Analytics muito importante, pois serve para você identificar as fontes de tráfego que levam pessoas até o seu site. É nesse relatório que você consegue visualizar os acessos de URL’s parametrizados com as tags UTM, onde você agrupa as fontes de tráfego por origem, mídia e outros parâmetros adicionais.

As principais origens/mídia possuem o seguinte significado:

  • (direct)/(none): o visitante acessou o seu site digitando diretamente o link na barra do navegador. Um alto volume de acessos através deste canal significa que muitas pessoas memorizam o seu site.
  • google / organic: pessoas que acessaram o seu site através de buscas orgânicas no Google. Se a integração com o Search Console estiver ativada, você vai perceber que a maioria das buscas orgânicas são pelo nome da sua empresa/marca. O trabalho do marketing de conteúdo é mudar essa realidade (fazer com que seu site apareça para outros termos)
  • google / cpc: pessoas que acessaram seu site através de campanhas de Google Ads
  • facebook.com / referral ou instagram.com / referral: pessoas que acessaram seu site através de links publicados nas redes sociais. Para medir a eficiência das campanhas de anúncios, o ideal é que você utilize os parâmetros UTM para cada campanha veiculada.
  • Para personalizar o seu próprio origem/mídia, utilize a ferramenta URL Builder, e os dados serão exibidos nesse relatório

O relatório pode ser encontrado em Aquisição > Todo o tráfego > Origem/mídia

Dados Geográficos e Informações Demográficas, essas métricas do Google Analytics não podem ser ignoradas


No relatório de dados geográficos, você consegue visualizar de quais cidades/países o seu visitante está vindo. 

Essa informação é importante principalmente se você é um prestador de serviço/vendedor local, para avaliar se quem chega até seu site é da região que você atende, e se está alinhado com as campanhas de marketing.

Já o relatório de dados demográficos exibe o sexo e faixa etária da sua audiência. Também serve para exibir se as pessoas certas estão consumindo e visualizando o seu conteúdo.

Os relatório podem ser encontrados em Público-alvo > Informações demográficas > Idade ou Sexo e Público-alvo > Geográfico > Local

Eventos, uma métrica do Google Analytics super importante


Esse é o principal relatório onde você consegue visualizar as ações que os usuários fazem no seu site. Como ele exige um conhecimento mais técnico, você precisa aprender como criar um evento no Google Analytics através do Google Tag Manager.

Você categoriza cada ação em uma categoria, ação e um rótulo diferente. A categoria serve para agrupar ações semelhantes. A ação representa o que o usuário fez de fato, e o rótulo serve para diferenciar uma ação da outra.

Por exemplo, suponha que eu quero medir quantas pessoas cadastraram-se na newsletter do meu site e quantas pessoas entraram em contato através do formulário de contato.

Existe um popup de saída no site convidando a assinar a newsletter, e uma caixa para preenchimento de email na barra lateral dos artigos do blog.

Como eu estruturaria os eventos para analisar qual performa melhor e quantas conversões cada um teve?

Posso usar a seguinte categorização:

EventoCategoriaAçãoRótulo
Newsletter PopupConversãoAssinatura de NewsletterPopup
Newsletter Barra LateralConversãoAssinatura de NewsletterBarra Lateral
Formulário de ContatoConversãoFormulário de ContatoPágina de Contato

Você pode visualizar todas as ações que as pessoas fazem em seu site, e a partir daí tirar insights valiosos.

O relatório pode ser encontrado em Comportamento > Eventos > Visão Geral

Conclusão

E você? Quais outros relatórios e quais outras métricas do Google Analytics, você analisa com frequência e também considera importante? Escreva nos comentários!