fbpx

Tráfego Pago para Loja de Roupas

Criando campanhas de tráfego para lojas de roupas

Tráfego pago para loja de roupas: muito tem se falado sobre a migração de lojas físicas para e-commerce, porém, ainda existem donos e donas de lojas de roupas não estão familiarizados com as plataformas de venda online. Além disso, existem vários conteúdos na internet sobre o assunto, mas nenhum é focado diretamente em fazer o básico para vender online. Aprenda nesse artigo como fazer!

Nosso assunto de hoje está direcionado a você, lojista, que gostaria de migrar para o online e trabalhar de forma certa e sem prejuízos.

  • Vamos começar com alguns pontos básicos:
  • Como vamos estruturar a campanha;
  • Qual é a estrutura básica;
  • Onde montar a campanha;

Iniciaremos com o exemplo de uma loja de roupas ou de moda em geral. Para convencer o público-alvo a clicar em nosso anúncio, é preciso conhecê-lo a fundo, saber que ele está precisando, quais são suas necessidades e qual benefício o seu produto vai trazer.

Muitas vezes, as compras não acontecem de forma intencional e sim, por impulso. Talvez o preço estava atrativo e principalmente, o gatilho usado naquele anúncio chamou atenção de forma que levasse a pensar que não poderia perder a oportunidade de realizar aquela compra. 

O canal mais recomendado para trabalhar com anúncios, sem dúvidas, é o Facebook. Ali concentra-se um grande público, além de ser possível segmenta-lo melhor e criar uma campanha que atinja várias pessoas.

Caso o seu orçamento permita expandir os canais de anúncio, indicamos também o Google Shopping, que falaremos a seguir.

Tráfego Pago para Loja de Roupas usando Google Shopping

Atualmente, o Google Shopping é o melhor canal de anúncios para um e-commerce. O índice de clique é alto, por isso, é preciso descrever o seu produto de forma que ele seja localizado de forma fácil pelo usuário.

No anúncio, não é importante colocar a marca, mas sim, as características daquele produto, já que o usuário está buscando por algo específico. É preciso pensar como o seu cliente pensaria, como ele buscaria nas ferramentas de busca pelo seu produto. 

Vejamos, se você vende uma calça, jeans preta com detalhe no joelho, essa é a descrição que você precisa colocar no cadastro do seu produto. Você sempre deverá pensar com a cabeça do usuário: 

  • “Se eu precisasse encontrar esse produto na internet como eu descreveria?”
  • “Como eu colocaria as palavras para ele ser encontrado?”.
  • “Se eu fosse comprar esse produto no Google, como eu digitaria para encontrá-lo?”

Esses são pontos importantes a serem considerados para criar uma campanha no Google Shopping com bons resultados.

Outro ponto muito importante para ser levantado é como criar campanhas no Search Network no Google. Criaremos uma campanha para que os usuários conheçam melhor a sua marca, se é confiável, qual a origem, se há reclamações, se as entregas são feitas no prazo, entre outros pontos.

Para isso, é preciso investir na compra de palavras chaves com o nome da sua empresa. É de extrema importância que, quando procurado pela sua marca, não apareça nenhum resultado de empresas concorrentes.

Sabemos que há vários fatores que podem tirar o clique da sua marca, por isso é tão importante investir na campanha institucional que vai ranquear você, de forma orgânica ou paga, na primeira página do Google.

Veja abaixo as estratégias que são usadas no Google:

  • Ter uma campanha no Google Shopping onde mostrará todos os produtos;
  • Uma campanha na rede de pesquisa com as palavras-chave institucionais. 
  • Comprar todas as palavras relacionadas a sua marca e ao seu negócio.

Tráfego Pago para Loja de Roupas usando Facebook Ads

Hoje em dia, é muito comum encontrarmos dois tipos de empreendimentos. Aqueles que possuem um site próprio, estruturado para vendas, com opções de pagamentos e entregas e também encontramos lojas que vendem apenas pelo Instagram e Whatsapp, realizam seus pagamentos via boleto ou cartão de crédito e confirmado o pagamento, o lojista fará o envio.

É preciso reforçar que, é extremamente importante ter um e-commerce, já que assim, você pode explorar ainda mais todos os recursos do Facebook, como o Pixel, que falaremos mais a seguir.

A importância do Pixel do Facebook

Vamos falar um pouco sobre o Pixel do Facebook e o Facebook Pixel Helper, uma extensão instalada no Google Chrome, que te mostra se há um Pixel instalado naquele site e quais são os eventos que também estão sendo disparados.

Quando falamos de e-commerce, temos que pensar na jornada do cliente. A jornada do cliente vai desde a visita da página sem realizar nenhuma ação até comprar o seu produto.

Há usuários que apenas visitam o site, mas caso clique em algum produto, o Pixel apontará tal ação.

Há algumas plataformas, pagas e gratuitas, sendo possível ver todos os caminhos realizados pelos usuários que entraram no site. A cada nova ação do usuário, é emitido um evento chamado View Content, assim, ele vai mapeando todo o percurso do usuário e criando seu perfil. 

Caso o usuário chegue a adicionar produtos no carrinho, mas não finalize a compra, o perfil ficará salvo e você conseguirá saber qual produto ele mais se interessa, quais preços chamaram atenção, entre outras informações.

É muito importante que o Facebook Pixel esteja configurado, pois, com ele você monta o seu funil de eventos.

Após análise dos dados que foram coletados através do Facebook Pixel, você consegue saber quais são os produtos mais acessados, como o seu cliente se comporta e os pontos de atenção que você precisa trabalhar em seu site. 

Público personalizado

Para criarmos campanhas que englobam todos os nossos leads, é preciso entender o conceito de tempo. Os leads estão em todas as etapas do funil de vendas, o que precisamos entender é que, alguns estão mais aquecidos e outros menos. 

Se uma pessoa comprou nos últimos 7 dias, provavelmente, ela não comprará novamente nos próximos 30 dias. Caso a compra tenha sido feita há 6 meses, sendo o máximo de tempo que o Facebook permite que o lead fique na base, ainda é possível exibir um anúncio para ela. 

Como já passou o tempo, o lead pode perder o interesse em comprar outro produto, porém, se a loja lançou uma nova coleção, é possível atrair a atenção desse lead e fazer com que ele compre novamente.

Esse é o conceito que não pode ser esquecido, mesmo captando novos clientes, é preciso lembrar que outros leads estão ali há mais tempo.

Para criar este público personalizado, acesse nossa aula de Tráfego Pago para Lojas de Roupas, onde ensinamos o passo a passo para a criação de sua campanha.

Estrutura de campanhas de tráfego pago para loja de roupas

Anteriormente falamos um pouco sobre os tipos de leads que visitam e compram em nosso site. Chamamos de leads quentes e leads frios, mas como podemos criar campanhas que atinjam esses dois públicos que estão em etapas diferentes?

Se você ainda estiver com dúvidas sobre a Hierarquia de Públicos, acesse aqui e entenda como funciona.

Vamos pensar em como manter nossos leads quentes, aqueles que chegaram perto de realizar a compra. Para este público, você pode oferecer um cupom de desconto na nova coleção que você lançou ou com promoções apenas para clientes que já compraram com você.

Assim, a relação se estende, pois, o lead entende ser importante e que se continuar ali, vai ter ainda mais vantagens do que comprar em outro lugar. 

Para o público frio, você pode usar a mesma estrutura de campanha, porém, quando for selecionar os públicos, será preciso alguns testes. O foco do público frio é a conversão, então se você tem uma loja de roupas femininas em São Paulo, selecione a cidade de São Paulo mais o público “mulheres”. 

Anúncios de tráfego pago para loja de roupas

Para pessoas que já são familiarizadas com a sua marca, com a sua loja, um post no feed ou stories pode levar estas pessoas a realizar as compras que ficaram pendentes.

Para incentivá-las, você pode oferecer um desconto ou cupom, já que as pessoas já fazem parte da sua rede e ainda estão em dúvida se irão comprar ou não.

O público que adicionou produtos ao carrinho, é aquele que precisa de motivos para concluir a compra, ou seja, use bastante gatilho de urgência, como “Logo mais encerraremos esta super promoção”, “Últimos dias para comprar” e assim, ativar a vontade de garantir aquela oportunidade.

Àqueles que só visitaram o seu site e não realizam nenhuma ação, é preciso trabalhar alguns gatilhos para eles entenderem que comprar em sua loja trará benefícios. Então, um post carrossel ou um vídeo mostrando seus produtos, informando as promoções e descontos, é ideal para trazer este leads para sua base. 

E para finalizar…

Caso você ainda não tenha um site e trabalhe apenas com o Instagram, é possível fazer campanhas como estas. Para filtragem do público, você pode utilizar os leads que já enviaram mensagens através do direct ou do link na bio e pessoas que salvaram o seu conteúdo. 

Caso você esteja disposto a expandir suas vendas e tenha um orçamento para trabalhar com tráfego, sem dúvidas, o site retornará muito mais do que trabalhar apenas com as redes sociais.

Inscreva-se em nosso canal do Youtube!