fbpx

Criando públicos personalizados através do Google Analytics

criando-publicos-personalizados-atraves-do-google-analytics

Sabemos o quão importante é criar um anúncio que converse com a audiência, e por isso existem os públicos personalizados. Veremos agora como criar públicos personalizados através do Google Analytics, e exibir o anúncio certo para cada jornada e interação do cliente. 

Regras básicas

É possível criar público do absoluto zero ou usar os públicos recomendados pela ferramenta. É importante saber que existe um limite de 2.000 públicos-alvo para cada propriedade. Depois que você cria um público-alvo é possível importá-lo na mesma hora para as suas campanhas no Google Ads.

Criando públicos-alvo pré-configurados

Depois que acessar sua conta do Google Analytics, clique na opção Administrador na parte inferior da tela, e na coluna de propriedade (a do meio), vá até definições de público. Será exibida a tela abaixo:

Por padrão, o novo público-alvo se baseia em dados do relatório atual. Vejamos quais são eles:

  • Lista inteligente: aqui você deixa que o próprio Google Analytics gerencie o público para você. Com a aprendizagem automática, o Google identifica quais são os usuários mais propensos a converter. Se você for iniciante, é uma boa opção para começar a gerar resultados com o remarketing por exemplo. 
  • Todos os usuários: nessa lista entram todos aqueles usuários que visitaram o seu site ou aplicativo (que tem o código instalado). 
  • Novos usuários: são aqueles usuários que realizaram uma sessão pela primeira vez no site ou aplicativo.
  • Usuários recorrentes: refere-se a usuários que realizaram mais de uma sessão no site. 
  • Usuários que visitaram uma seção específica do meu site/app: aqui você pode selecionar a url específica do seu site ou tela do seu aplicativo. Dessa forma, você consegue montar seus públicos de remarketing de acordo com seu funil de vendas (ex: página de produto, carrinho e confirmação de compra)
  • Usuários que concluíram uma conversão de meta: são aqueles usuários que realizaram alguma ação dentro do site, seja um envio de formulário ou um clique no botão de CTA. Você precisa ter configurado uma meta previamente para que essa opção funcione
  • Usuários que concluíram uma transação: são aqueles usuários que realizaram pelo menos 1 compra no seu e-commerce (precisa da tag estar configurada corretamente). 

Criando públicos-alvo personalizados

Caso não queira usar nenhuma das predefinições , você pode criar as suas próprias regras para definir seu público. Veja na imagem abaixo:

Você pode escolher por idade, sexo, idioma, segmentar por afinidade enfim. Aqui você deixa totalmente personalizado para o tipo de público-alvo que deseja atingir. 

Um bom exemplo de público a se criar nesse modelo são os públicos masculino/feminino, por faixa etária, por dispositivo móvel e por canal.

Conclusão: 

Com a possibilidade de criar públicos personalizados avançados através do Google Analytics, você consegue aumentar a relevâncias das campanhas de remarketing que veicula no Google Ads, conversando com o cliente certo no momento certo de sua jornada de compras.
Se ficou alguma dúvida de como funciona isso na prática, não perca nosso curso de Especialista em Google!